fbpx
Otimaisapp Acerto de Viagem Mulheres Caminhoneiras

Lugar de mulheres caminhoneiras é onde elas quiserem!

Conheça a história da Maria Zanatta, que dividiu com a gente a sua paixão pela estrada e fala sobre aumento de mulheres caminhoneiras.

O amor que passa por gerações de mulheres caminhoneiras

No mês da mulher, conversamos com a Maria Zanatta, uma mulher caminhoneira de Curitiba que contou sobre a rotina e a vida na estrada. Ela, que roda as estradas do Sul das Américas há 26 anos, conta que esse amor passa por gerações – filha de caminhoneiros. “Eu vim de família de caminhoneiro e mulheres caminhoneiras, me criei dentro de caminhão. A gente acaba pegando amor pela coisa, né? É o que eu gosto de fazer!”, diz Maria, que também criou as suas 4 filhas no caminhão. “É tipo uma tradição, uma delas [filhas] diz que um dia ainda vai ser uma mulher caminhoneira”, completa.

“Eu faço o que eu gosto, sabe? Já tentei fazer outras coisas, mas não adianta: quem gosta de estrada é difícil ficar de fora”. O amor pela estrada é concreto e vem abrindo espaço para mais e mais mulheres caminhoneiras ao longo dos anos. “Aumentou bastante o número de mulheres caminhoneiras, sim! Lá na empresa que trabalho, SVD transportes  já tem mais de 10 mulheres caminhoneiras!”

A conquista de espaço das mulheres caminhoneiras e a conquista do mundo

O espaço e o respeito vêm sendo alcançados dia após dia. Maria nos contou que antigamente, se sofria muito preconceito por ser mulher caminhoneira, mas que hoje, a situação é outra. “Era muito machismo, sabe? A gente tinha que ouvir: ‘Vá para casa lavar roupa!’ ou ‘vá esquentar a barriga no fogão!’. Hoje, os homens respeitam mais a gente.”

A caminhoneira viaja pelo Brasil e por todo o Mercosul, mas teve uma viagem em especial que marcou o seu coração e a sua memória. Em uma das viagens pela SVD transportes “Desci a Cordilheira, no Chile, de caminhão é emocionante! A primeira vez que desci, desci chorando. É uma emoção muito grande. Você passa várias fronteiras, da Argentina, do Chile, até que você vê um portal, e aquilo desce. A estrada tem 29 curvas! É muito emocionante!”, conta Maria sobre a aventura inesquecível de passar pela Estrada de Los Caracoles, conhecida por suas lindas e perigosas curvas.

Para ela, rodar as estradas de caminhão é sobre ser livre e vivenciar coisas novas, “O bom é andar na estrada. Todo dia é um dia diferente, uma história diferente. A gente vê muita coisa bonita, mas vê muita coisa triste também!”

A tecnologia dando uma força extra no trabalho das mulheres caminhoneiras

A caminhoneira já transportou muita carga pelas estradas do Brasil, mas conta que, hoje, só transporta caminhões novos, trabalho conquistado junto a SVD transportes “[…] eu viajo direto. É chegar em Curitiba, pegar outro caminhão e sair”, ela comenta com satisfação.

Maria tem instalado no seu celular o otimaisapp (www.otimais.com) e como ela trabalha transportando caminhões, ela utiliza bastante a parte do módulo de checklist. “A gente tinha que fazer o controle tudo manual. Hoje, vai respondendo tudo no otimaisapp, lanço no sistema tudo o que tem, e como está o caminhão. Tiro foto do que está faltando e da situação do caminhão e essas informações vão para a SVD transportes em tempo real. Com o otimaisapp ficou bem melhor, sabe? Dá mais segurança porque fica tudo registrado.”

Ao longo da viagem, Maria vai registrando os gastos direto no otimaisapp módulo acerto de viagem e, segundo ela, “o bom do aplicativo é que quando a gente volta para fazer o acerto de viagem, é muito mais rápido para receber. Era bem mais complicado antes, demorava muito porque era manual, sabe? Hoje, você coloca tudo lá no otimaisapp e tu sabe quanto ainda tem e o quanto tem que receber no final na hora do acerto de viagem. Tudo bem mais rápido e fácil.”

Usar otimaisapp é mais vantajoso para empresa e para mulheres caminhoneiras

Usar o aplicativo acaba sendo vantajoso tanto para a transportadora quanto para os homens e mulheres caminhoneiras, “A gente sabe exatamente o que tem para receber e sabe que o acerto de viagem vem logo, sabe? Eu indicaria o aplicativo otimaisapp para outras empresas, facilita muito a vida na estrada.”

Nós conseguimos essa conversa com a Maria no intervalo entre uma viagem e outra, mas ela garante “em breve, tô na estrada de novo!”.

Que as Marias, mulheres caminhoneiras, sejam respeitadas em todo lugar e que possam experimentar a liberdade e as emoções de viver na estrada! O resto, você deixa com a otimaisapp.

Essas informações foram úteis? 

Então, compartilhe para que mais pessoas conheçam a otimaisapp que é pioneira no assunto quando se fala em tecnologia dedicada a otimização de recursos no transporte.

Share this post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email